Relatório Trimestral da PNAD – primeiro trimestre de 2024

O Made lan­ça mais um rela­tó­rio tri­mes­tral da PNAD Con­tí­nua, abor­dan­do as esta­tís­ti­cas a par­tir do recor­te de vári­as face­tas das desi­gual­da­des no Bra­sil: de gêne­ro, de raça e regi­o­nais. São tra­zi­dos dados sobre esco­la­ri­da­de da for­ça de tra­ba­lho, além de mer­ca­do de tra­ba­lho, tra­ba­lha­do­res con­tri­buin­tes para o INSS, desem­pre­go, empre­go por setor, ren­di­men­to e desi­gual­da­de de renda.

Aces­se o rela­tó­rio na ver­são com­ple­ta ou resu­mi­da.

As esta­tís­ti­cas são com­pa­ra­das ao mes­mo tri­mes­tre de 2023, bem como ao tri­mes­tre ante­ri­or (4º tri­mes­tre de 2023). As variá­veis de gêne­ro e de raça são infor­ma­ções auto­de­cla­ra­das pela/o entrevistada/o. Uti­li­zam-se, aqui, duas cate­go­ri­as de raça – negros (que con­si­de­ra pre­tos e par­dos) e brancos.

A PNAD Con­tí­nua, rea­li­za­da pelo Ins­ti­tu­to Bra­si­lei­ro de Geo­gra­fia e Esta­tís­ti­ca (IBGE), é, atu­al­men­te, a prin­ci­pal pes­qui­sa domi­ci­li­ar bra­si­lei­ra, com peri­o­di­ci­da­de tri­mes­tral e rea­li­za­da de for­ma con­tí­nua ao lon­go do ano. Ela pro­duz indi­ca­do­res sobre a popu­la­ção bra­si­lei­ra, incluin­do carac­te­rís­ti­cas soci­o­e­conô­mi­cas e demo­grá­fi­cas, sen­do cru­ci­al para a for­mu­la­ção e ava­li­a­ção de polí­ti­cas públi­cas. Seus dados são ampla­men­te uti­li­za­dos por gover­nos e pes­qui­sa­do­res, incluin­do o Made.

Este é o ter­cei­ro rela­tó­rio pro­du­zi­do pelo Made sobre o tema, bus­can­do com­par­ti­lhar esses dados para a uti­li­za­ção pela comu­ni­da­de aca­dê­mi­ca, impren­sa e soci­e­da­de. Nele, estão sis­te­ma­ti­za­dos dados da PNAD Con­tí­nua divul­ga­da em 17/05/2024, que se refe­rem ao 1º tri­mes­tre de 2024 – de janei­ro a março.

Este docu­men­to tem cará­ter infor­ma­ti­vo e, por­tan­to, não bus­ca ana­li­sar os moti­vos das mudan­ças nos indi­ca­do­res apre­sen­ta­dos. No entan­to, indi­ca cami­nhos para aná­li­ses futu­ras, sobre­tu­do de aspec­tos rela­ci­o­na­dos à desi­gual­da­de, toman­do como pon­to de par­ti­da os dados aqui obtidos.