As propostas internacionais para um Green New Deal: pautando a transição para uma economia verde no Brasil pós- pandemia

O impacto econômico causado pela Covid-19 teve como um de seus resultados a formação de algum consenso internacional em relação à necessidade de estímulos fiscais que promovam a retomada do crescimento e a recuperação dos empregos no pós- pandemia. Nas economias desenvolvidas, assim como ocorreu após a crise financeira de 2008, o desenho dessas políticas passou a incorporar a preocupação com a mudança climática e com a urgência de uma transição ecológica. A fórmula que combina política fiscal e responsabilidade ambiental tem pautado a elaboração dos planos de recuperação no contexto da pandemia, alimentando o debate sobre a necessidade de adaptação das economias a um modelo de crescimento sustentável no longo prazo. Em certo grau, a atual integração da transição verde como prioridade representa uma continuidade à iniciativa promovida nos Estados Unidos, ainda em 2019, em torno da proposição de um Green New Deal. A presente nota sintetiza as principais propostas de transição ecológica dos planos econômicos divulgados ao longo do último biênio (2019-2020), procurando ampliar a discussão sobre um eventual plano de recuperação pós-pandemia para o Brasil. Reforça-se aqui a importância de que essa retomada econômica seja socialmente responsável e ecologicamente sustentável.